Fies Fiança Convencional e Solidária

Saiba o que a Fiança Convencional e Solidária do Fies

O Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior), como o próprio nome aponta, é um programa do MEC (Ministério da Educação) cujo objetivo é financiar a graduação de estudantes na educação superior. Esses estudantes tem como dever estar matriculados em instituições privadas, ou seja, não gratuitas. O programa do FIES surgiu no ano de 1999 e desde então, o programa passou a funcionar trazendo mudanças importantes que serviram para facilitar ainda mais esse tipo de contratação de financiamento de estudo pelos estudantes. O Fies possui os seguintes tipos de Fianças: Fiança Convencional e Fiança Solidária. A seguir, vamos saber mais sobre essas duas Fianças do Fies.

O que é e como funciona a Fiança Convencional?

A Fiança Convencional do Fies funciona da seguinte maneira: é uma fiança que é prestada por até dois fiadores, que por sua vez, é estudante que deseja ser financiado que os apresenta ao agente financeiro, de acordo com as seguintes condições: O Fiador (ou fiadores na Fiança Convencional), tratando-se daquele estudante que é beneficiado com a bolsa parcial do ProUni, deverá apresentar sua renda mensal (bruta conjunta), que  deve ser igual pelo menos l ao valor da parcela mensal da semestralidade, assim, estando de acordo também com os descontos regulares e do tipo de caráter coletivo que são oferecidos pela IES, incluindo os concedidos devido ao pagamento pontual. Nos demais casos, na Fiança Convencional, o fiador (ou fiadores) deverá apresentar sua renda mensal bruta (conjunta), que deve ser igual pelo menos ao dobro do valor da parcela mensal da semestralidade.

O que é e como funciona a Fiança Solidária?

A Fiança Solidária funciona da seguinte maneira: é constituída na garantia que é oferecida de forma recíproca (de igual ara igual) pelos estudantes já financiados pelo FIES. Esses estudantes formam grupos – de três a cinco participantes – onde cada um dos estudantes torna-se fiador solidário e se compromete com a totalidade dos valores que passam a ser devidos individualmente pelos demais. Basicamente, a Fiança Solidária funciona assim.

Na Fiança Solidária, assim, o grupo de fiadores solidários (os estudantes) deve realizar sua constituição no agente financeiro – ou seja – na instituição bancária, durante o ato da contratação do financiamento feito pelos próprios estudantes. Lembrando que, cada estudante tem o direito a participar de um grupo de fiadores solidários apenas (na Fiança Solidária), além disso, eles devem, obrigatoriamente, fazer parte da mesma instituição de ensino.

Comentários em Fies Fiança Convencional e Solidária
  1. Ana paula | Responder
  2. rubens | Responder
  3. AMANDA LEITE DE LUNA | Responder
  4. sandro karnas | Responder
  5. Cely Nery da Silva Diniz | Responder
  6. eliane | Responder
  7. pedro henrique saia | Responder
  8. Jaqueline | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *